Receba nossas novidades por EMAIL, é grátis !

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Child of Eden - Tetsuya Mizuguchi apresenta seu poema em forma de gameBaseado em um poema de 40 páginas, o famoso designer de jogos Tetsuya Mizuguchi mostra ao mundo um sério candidato a game inovador do ano A ideia de Mizuguchi foi a seguinte: criar um jogo de tiro multissensorial baseado no poema já citado, usando uma espécie de caleidoscópio de um cyberespaço cheio de cores vibrantes e sons sincronizados que são gerados pelo seu movimento. Esquisito, simples e que, segundo a Ubisoft, será uma nova forma de se jogar videogame. A história de Child of Eden foca o jogador numa batalha para salvar o Projeto Lumi que tem como objetivo reproduzir a personalidade humana no Eden, arquivo de todas as memórias do ser humano. Perto do fim do projeto, o arquivo é invadido por um vírus desconhecido e aí é onde entra o jogador. Mizuguchi é conhecido por oferecer imersões absurdas em seus games e Child of Eden não podia ter proposta diferente. Como disse o Eurogamer sobre uma demonstração, “Child of Eden é um passeio para fora do corpo”. O game quer além de usar do sistema de controle ou movimentos, criar um conceito que envolve os sentidos também. O game será jogado no Xbox 360 com o Kinect e no PS3 com o PS Move. No Kinect, o game promete mais, pois além da imersão mais profunda ao não usar nada como controle, o simples fato de ter um primeiro game ‘decente’ para o aparelho traz muitas expectativas. O corpo do jogador é usado pra mover a câmera e as mãos pra atirar. É lógico que experiência semelhantes acontecerá no Playstation 3, mas com limitações que o oferecido pela Sony pode influenciar no game. O game já está nas prateleiras por R$ 179,90 e fica como dica especialmente para donos de Xbox 360, por finalmente fazerem um bom uso de seu Kinect.

Baseado em um poema de 40 páginas, o famoso designer de jogos Tetsuya Mizuguchi mostra ao mundo um sério candidato a game inovador do ano
child-of-eden_01
A ideia de Mizuguchi foi a seguinte: criar um jogo de tiro multissensorial baseado no poema já citado, usando uma espécie de caleidoscópio de um cyberespaço cheio de cores vibrantes e sons sincronizados que são gerados pelo seu movimento. Esquisito, simples e que, segundo a Ubisoft, será uma nova forma de se jogar videogame.
A história de Child of Eden foca o jogador numa batalha para salvar o Projeto Lumi que tem como objetivo reproduzir a personalidade humana no Eden, arquivo de todas as memórias do ser humano. Perto do fim do projeto, o arquivo é invadido por um vírus desconhecido e aí é onde entra o jogador.
child-of-eden_02Mizuguchi é conhecido por oferecer imersões absurdas em seus games e Child of Eden não podia ter proposta diferente. Como disse o Eurogamer sobre uma demonstração, “Child of Eden é um passeio para fora do corpo”. O game quer além de usar do sistema de controle ou movimentos, criar um conceito que envolve os sentidos também.
O game será jogado no Xbox 360 com o Kinect e no PS3 com o PS Move. No Kinect, o game promete mais, pois além da imersão mais profunda ao não usar nada como controle, o simples fato de ter um primeiro game ‘decente’ para o aparelho traz muitas expectativas.  O corpo do jogador é usado pra mover a câmera e as mãos pra atirar.
É lógico que experiência semelhantes acontecerá no Playstation 3, mas com limitações que o oferecido pela Sony pode influenciar no game.
O game já está nas prateleiras por R$ 179,90 e fica como dica especialmente para donos de Xbox 360, por finalmente fazerem um bom uso de seu Kinect.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários Sobre as matérias !

 

†Shinobi Wars† © 2008 . Design By: SkinCorner