Receba nossas novidades por EMAIL, é grátis !

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

STALKER: Call of Pripyat - Quase perfeito

Semelhante aos primeiros dois jogos, STALKER: Call of Pripyat é um game de contradições. Há momentos que são gloriosos e excitantes. Como antes, muito das características de STALKER estão presentes e corretas, fazendo este lançamento ser muito semelhante ao que você já jogou duas vezes
stalkercp1
É certamente melhor e não vacilamos em recomendar para os interessados em um pouco de ação radioativa, mas não deixa de ser algo familiar para os fãs de Chernobyl. Antes desse lançamento, havia comentários que Call of Pripyat seria um grande avanço na série, mas não foi. E deixa você pensando: "É muito bom, mas poderia ser melhor."
Para aqueles que não conhecem nada sobre STALKER, basicamente é um jogo onde você vaga por regiões radioativas ao redor da usina nuclear de Chernobyl, matando mutantes, buscando por armas e caçando objetos radioativos que garantem certas habilidades para o usuário. Estes artefatos são a razão por você estar na Zone, como a área é conhecida pelos habitantes. Naturalmente, você é envolvido numa trama mais importante que ganha sua atenção, mas os artefatos são basicamente o motivo de você estar lá.
stalkercp2Mas Call of Pripyat é uma exceção. Você agirá assim como um disfarce. Enquanto nos dois primeiros jogos, você jogava como um stalker, desta vez você é um major do exército, enviado para descobrir por que uma importante missão envolvendo helicópteros e grupos de soldados desapareceram. O único modo de fazer isto é fingir ser um stalker e repetir os velhos truques de antes.
Call of Pripyat é mais focado na estória que os jogos anteriores, bem como muito mais dirigido pelas missões. Muito mais foi pensado em como e porque colocar você dentro da Zona para não apenas repetir o conjunto das quests habituais.Por exemplo, você pode ter que se infiltrar em grandes anomalias e plantar scanners ou talvez fazer um pouco de trabalho investigativo para descobrir por que certos stalkers estão desaparecidos. Também, estas missões terão suas implicações futuras.
Veja a missão do scanner: em jogos anteriores de Stalker, terminando uma missão assim, você recebia uma recompensa, mas desta vez, completando a missão significa que seu mapa será atualizado sempre que um novo artefato é detectado. E para a missão de detetive, stalkers na área serão mais simpáticos com você e kits médicos grátis serão colocados em caixas escondidas para você periodicamente, vendedores baixarão seus preços e por aí vai.
stalkercp3
De fato, as pessoas são talvez, muito mais amistosas se comparadas com os jogos anteriores. Isto é talvez a primeira coisa que perturba um stalker veterano - é muito fácil no modo de dificuldade padrão. Jogue corretamente e provavelmente não terá muitas batalhas, exceto alguns grupos de cães e javalis e ocasionais zumbis. A zona é um lugar menos ameaçador do que deveria ser e isto é uma coisa triste de se dizer. Por longos períodos, você esquecerá que a tecla de quick load é necessária, devido ao longo tempo entre as missões mais perigosas. Isto é o ideal para novos jogadores, mas os experientes irão querer evitar a dificuldade padrão e elevá-la um pouco para agitar mais as coisas.
Muitos dos pequenos equívocos reaparecem para lembrar-nos de onde veio esta nova e polida versão. Em uma das máquinas onde testamos o jogo, os níveis de desempenho foram muito variados, aparentemente depende se você quer carregar um jogo salvo enquanto estiver jogando ou não. Personagens saúdam você (e você responde) numa bizarra combinação de gírias norte-americanas e tudo isso tem lugar na mesma mecânica de conversação de antes e que acaba falhando em captar a atenção do jogador.

stalkercp4
Como eu havia mencionado no início, STALKER é todo sobre contradições: os aperfeiçoamentos misturados com as estranhezas. Agora é mais aparente com os gráficos. Antes o adjetivo melhor usado para definir os gráficos era "sólido", mas agora é um "sólido" maravilhoso. Muitas vezes, os gráficos são incríveis, mesmo em configuração média, e especialmente quando tudo fica escuro e a luz começa a atingir essa escuridão no amanhecer do dia. Quando o assunto é estilo, Call of Pripyat é um jogo de realização soberba e muito envolvente em sua atmosfera, mas há momentos que pode ficar feio, principalmente, em interiores. De novo a dualidade e a contradição.
Os desenvolvedores implementaram muitas ideias das comunidades de jogadores, os quais criaram diversas modificações e, de certo modo, cobraram por isso. Não é muito justo, mas os desenvolvedores se apropriaram das boas ideias e trabalharam nelas tornando a experiência melhor para todos, acrescentando uns toques pessoais nas modificações e criando novas possibilidades dentro da jogabilidade.
stalkercp5Infelizmente, poucos estúdios têm a coragem de incorporar modificações criadas por usuários em seus títulos, pois existem problemas de marcas registradas e direitos intelectuais, mas a GSC Game World criou um jogo de código semi-aberto para a alegria das comunidades de jogadores. Logo veremos modificações excelentes como é o caso de Oblivion Lost 2.2 para Shadow of Chernobyl.
Podemos olhar Call of Pripyat apenas como uma pele nova sobre velhos ossos, mas é importante notar que muitos enfeites foram acrescentados para tornar a experiência muito mais agradável como um todo. Naturalmente, uma experiência agradável para um jogador pode não ser para outro (como a dificuldade já citada). Então, colocando apenas nossas preferências pessoais, nós gostamos mais do modo fácil de ganhar dinheiro em Call of Pripyat do que em outros anteriores. É mais fácil encontrar artefatos e com bons scanners, eles se tornam disponíveis rapidamente.
stalkercp6
Armas e armaduras também podem ser aperfeiçoadas rapidamente, tornando fácil trabalhar o seu modo de jogo. Uma shotgun e um rifle de assalto com mira telescópica são as duas armas principais para se escolher, com uma sniper e uma pistola na reserva. Ainda há problemas em sobrecarregar-se com armas e munições, mas agora é mais fácil manusear esses detalhes.
De qualquer modo, tudo o que você quer está bem aqui. Os mapas são completamente novos e há muitos lugares para explorar e Pripyat, por si mesma, é uma das melhores coisas que já se viu na série STALKER. Nada pode ser mais envolvente do que andar furtivamente pelas ruas desertas em plena escuridão temendo ser emboscado por inimigos ou mutantes sedentos de sangue. Por estas e muitas outras razões, Call of Pripyat é um excelente jogo, mas a parte triste é que um pouquinho mais de esforço poderia ter sido feito para criar algo ainda mais grandioso.


0 comentários:

Postar um comentário

Comentários Sobre as matérias !

 

†Shinobi Wars† © 2008 . Design By: SkinCorner