Receba nossas novidades por EMAIL, é grátis !

sábado, 17 de julho de 2010

[Exclusivo] Conheça o S7, o tablet da Huawei com Android 2.1 que chegará ao Brasil







Desde o lançamento do iPad, e depois de suas vendas empolgantes, toda e qualquer empresa de tecnologia avisou que também teria seu tablet – e a maioria deles com Android. Mas, enquanto ninguém mostra seus modelos, a Apple sorri vendo as cifras aumentarem. Alguém tem que dar o primeiro passo, certo? E a Huawei deu o dela, ao mostrar hoje seu tablet, o S7, rodando Android 2.1. Nós brincamos com ele. Confira a novidade com exclusividade.
Em meio a um estande cheio de celulares, modems e roteadores, o S7 reinava soberano, sendo o centro das atenções. Todo mundo queria passar seus dedos engordurados na tela. Não demorou para um representante da Huawei me dizer que ele concorreria com o iPad, e José Luiz do Nascimento comandou o tour no aparelho. Dá para perceber bem o que a Huawei – e a maioria dos tablets com Android – deve oferecer. Veja o vídeo:





A disparidade entre Apple e Android, que surgiu recentemente, será comum no mundo dos tablets também. As empresas que trabalharão com o SO do Google sempre focarão na liberdade, na ausência de amarras com softwares proprietários e limitações impostas pela fabricante. É o caso da Huawei, que colocou tudo aquilo que a maioria dos usuários que não gostam do iPad andam pedindo por aí.
Não é surpreendente ver uma câmera frontal de 3,2 megapixels com boa qualidade de imagem no S7. Nem uma entrada de microSD. Mesmo com apenas 256 MB de RAM, o S7 aguenta até 32 GB pelo slot de cartão. A tela, de 7 polegadas, com resolução de 800 x 480 pixels (WVGA), tem imagem nítida, mas o excesso de reflexo da tela – visível no vídeo – pode incomodar quem pensa em ler um livro no aparelho. Ainda assim o detalhe mais chato da tela é a escolha pelo padrão resistivo na sensibilidade ao toque. Não há aquela fluidez ao deslizar entre as páginas e é necessário certo esforço nos dedos para clicar nos ícones.
O Android recebeu um sutil tapa da Huawei. Nada no estilo Sense, Motoblur ou outras skins para Android, apenas um retoque para deixá-lo pronto para a tela de 7 polegadas. A empresa não pretende criar seu próprio redesenho para o sistema, mas admitiu que o Android precisa de adaptações para os tablets. E de desenvolvedores para a nova plataforma também.
O processador, um Snapdragon de 768 MHz, parece ser o necessário para rodar vídeos e jogos mais pesados. Já a bateria, de 2200 mAh, deverá aguentar de 6 a 7 horas em uso, segundo o pessoal da Huawei. Tenho minhas dúvidas se esse é o tempo que o usuário quer que seu tablet dure longe da tomada, principalmente quando ele também telefona... Ei, como é que é?


Sim, os dois botões na parte lateral do S7 não enganam: o tablet também faz as vezes de telefone. Mas não é recomendado ficar andando com ele na orelha por aí. O ideal será usar um fone com Bluetooth, mas é no mínimo curioso ver como ele realmente parece um smartphone que comeu o bolo invertido do Alice no País das Maravilhas. Aliás, em conexões, o S7 é completo: entrada para cartão SIM, 3G, Wi-Fi no padrão n, Bluetooth... Mas isso é o que você esperava, não?
Por fora, o S7 não tem aquele acabamento de primeiríssima do iPad, mas também não faz feio. Na parte traseira ele tem um suporte para deixá-lo em posição de porta-retrato e uma placa de alumínio que protege a bateria e o cartão SIM.
Mas vamos ao que realmente interessa: quando o S7 chega ao Brasil? A Huawei diz que está conversando com as operadoras para posicionar o produto, mas já deixou claro que quer colocar o S7 no mercado brasileiro antes do Natal. E, além de não ter nenhum plano de exclusividade com nenhuma operadora, a ideia é vender o tablet no varejo também. O único porém é que ninguém quis falar sobre preços, tudo depende das conversas com as operadoras. Mas nós já sabemos que ele custa 299 libras no Reino Unido, e já está à venda. Traduzindo, o S7 dificilmente custará menos de 800 reais. Mesmo assim, é bom saber que o iPad não deverá chegar sozinho por aqui. Enquanto lá fora ele ganhou alguns meses de folga com a concorrência, no Brasil ele deverá desembarcar com alguns inimigos largando no mesmo posto.

0 comentários:

Postar um comentário

Comentários Sobre as matérias !

 

†Shinobi Wars† © 2008 . Design By: SkinCorner